Uso do Porque / Por quê / Porquê / Por que

uso do porque

Uso do Porque – A gramática portuguesa tem grande importância em nosso cotidiano, muitas vezes não é notado pela maneira como ‘falamos’, mas na escrita aqueles ‘porquês’ são estritamente importantes e sendo assim podemos conhecer as maneiras diversas que esses ‘porquês’ fazem a diferença na escrita, então confira as informações essenciais.

diferença entre porque porquê

Por que

O chamado por que separado poderá trazer uma ligação de ter “razão” ou quem sabe “motivo” para algo ou alguma coisa que esteja construída em sua frase. Principalmente quando desejamos fazer perguntas mais diretas e objetivas, confira um exemplo:

Exemplo:

Por que você não foi até o jardim?

Por que razão você não foi até o meu encontro?

O por que separado também pode ser ligado em afirmativas como é o caso do exemplo abaixo:

Exemplo:

Você sabe por que eu ajo dessa maneira.

Para o caso de músicas, elas podem estar construídas dessa maneira:

Exemplo:

“só eu sei as esquinas pelas quais passei”

Nesse caso pode ser usado as formas: pelo qual, pela qual, pelos quais, pelas quais.

Porque

O chamado porque junto quer dizer uma conjunção, ou seja, podendo indicar um motivo, uma justificativa na frase ou mesmo de explicação para fazer entendimento a respeito desse porque junto, é necessário ver o exemplo a seguir:

Exemplo:

Eu não fui ao seu encontro porque estava doente

Pode ser recomendando que exista na frase uma troca do porque (junto), com o “pois’’ para ganhar uma maior entonação em sua frase, mas claro que isso dependerá da maneira que formulou a frase.

Por quê

O chamado por quê separado e com um acento significa uma pausa podendo essa ser na fala ou mesmo na escrita, para fazer entendimento a respeito desse tipo de ‘por quê’, visualize a exemplificação logo abaixo:

Exemplo:

Estudei bastante ontem à noite. Sabe por quê?

Será deselegante se você perguntar novamente por quê!

Se o por quê separado com acento também pode ser trazido com a entonação de pergunta e de exclamação.

Porquê

O chamado porquê junto com o acento no final, tem a forma de representação como um substantivo remetendo a causa, o motivo, razão, e geralmente vem acompanhado de um artigo como pode ser conferido no exemplo abaixo:

Exemplo:

Existe muitos porquês para justificar tamanha atitude sua.

Você não vai à reunião? Me explique pelo menos o porquê.

Diferenças e exemplos

uso do porque

Para entender melhor esse paliativo entre os ‘’porquês’’ e uso do Porque / Por quê / Porquê / Por que, veja o esquema na qual eles se encaixam:

Por que: será definido para as frases interrogativas sendo elas de maneira direta ou indireta, e ainda pode ser substituído pela expressão “pelo qual” ou “pelos quais”.

Porque: será encontrado em frases afirmativas, como também em respostas.

Por quê: é utilizado em final das frases.

Porquê: pode ser caracterizado como substantivo.

Veja os exemplos que seguem abaixo para ter mais entendimento dos ‘’porquês”:

Exemplos:

  1. Por que ele chorou?
  2. Diga-me por que ele chorou.
  3. Não fui à reunião porque fiquei doente.
  4. Ele não veio, não sei por quê.
  5. Todos sabem o porquê de seu sorriso.

Já sabe o uso do porque? Caso tenha dúvida sobre a gramática, pode deixar seu comentário ou nos envie e-mail, a nossa professora irá retornar seu email com explicações.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*